Paulo Cesar Jr

Archive for outubro \18\UTC 2010|Monthly archive page

O desejo por “status”

In Ética Cristã on outubro 18, 2010 at 2:17 pm

(Sirva ao Senhor sem a preocupação de ser reconhecido pelos seus feitos).
Faz parte da natureza humana querer ser notado, receber elogios, ter um cargo importante, ser reconhecido, ter “status” e influência. Você alguma vez já ficou magoado por não ter recebido o reconhecimento que esperava por algo que fez? Eu, já. Acho que todos nós já nos sentimos assim alguma vez. Os problemas surgem para aquelas pessoas que estão sempre tentando chegar ao topo, ficar por cima, estar sempre em algum cargo importante e receber o mérito por tudo o que é feito.
Jesus conhecia a natureza humana (João 2.24,25). Ele sabia da tendência do homem de invejar os outros e de almejar o poder. Certa vez, ainda na companhia dos discípulos, durante uma discussão sobre qual deles seria o maior (Lucas 22.24), Jesus os instruiu a não serem como os reis dos povos que buscam o poder e querem dominar sobre os seus súditos. Ele disse: “Pelo contrário, o maior entre vós seja como o menor; e aquele que dirige seja como o que serve” (Lucas 22.25,26).
Através do Seu exemplo de servo, Jesus mostrou a eles o que significava servir. Na última ceia que comeu com seus discípulos, Jesus lavou os pés deles, como um escravo faria. Ao terminar Ele lhes disse: “Compreendeis o que vos fiz? Vós me chamais o Mestre e o Senhor, e dizeis bem; porque Eu o sou. Ora, se Eu sendo o Senhor e o Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Porque Eu vos dei o exemplo, para que, como Eu vos fiz, façais vós também. Em verdade, em verdade vos digo que o servo não é maior que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Ora, se sabeis estas coisas, bem aventurados sois se as praticardes” (João 13.12-17).
Muito embora Deus pudesse usá-los de maneiras tremendas, os discípulos não deveriam pensar que eram pessoas ilustres, e sim, servos e mensageiros de Deus. Há duas lições que podemos aprender com Jesus que nos ajudarão a superar problemas de rancor, de orgulho e de sentimentos de superioridade e inferioridade: 1ª – Entre os crentes, aquele que exerce liderança deve agir como servo. Seu cargo deve ser um instrumento para honrar a Cristo, e não a si próprio. 2ª – Aquele que tem uma posição inferior deve exercê-la para o Senhor, lembrando-se de que Deus tem o controle sobre sua vida e o abençoará se ele tiver uma postura de servo, mesmo sob circunstâncias difíceis.
Uma vida de serviço sem a preocupação de alcançar “status” é o segredo para ter satisfação pessoal e agradar ao Senhor. O desejo de ser o maior é um agente destruidor capaz de acabar com a paz, com os relacionamentos e com a comunhão com Deus. Experimentamos a verdadeira liberdade para testemunharmos de Cristo plenamente quando nos dispomos a deixar de lado nossa ambição por “status” aqui na terra. Nossa verdadeira recompensa não está aqui no mundo. O Senhor dará honra e glória aqueles que procurarem fazer o bem e seguir os Seus ensinamentos.
Quando estivermos fazendo o que o Senhor nos ordenou, não devemos procurar prestígio e vanglória para nós mesmos. Nossa postura deve ser a de quem fez apenas o que devia fazer. Nem todos foram chamados para serem líderes. Deus não o julgará pelo grau de importância de seu ministério e sim pela maneira como você cumpriu o seu dever (Mateus 25.14-30).
Leia a Bíblia.
Viva Jesus!
Deus lhe abençõe! – Fonte: http://homota.blog.terra.com.br/category/etica-crista/page/2/

Bom ou Ruim ?

In Cristã on outubro 6, 2010 at 10:06 pm

?

No princípio do erro achava tudo certo

In Cristã on outubro 2, 2010 at 8:55 am

No princípio do erro achava tudo certo

No princípio da queda achava que você não ia ver

Erro meu, pois isso é o que me deixa longe de você

Não te ouço e não consigo te falar.

Do outro lado não falo o mesmo que você

Se não fosse seu Filho, não haveria mais ponte entre eu e você.

Se não fosse teu Espírito, não entenderias o que tenho a lhe dizer.

Se não fosse pelo sangue do Cordeiro, não veria mais você.

Juda

(Há um Adão em todo nascido desta terra de meu Deus)

Minha mente tão fertil não me deixa em paz

In Cristã on outubro 1, 2010 at 11:23 pm

Nos as vezes damos tantas voltas e não saímos do lugar. É o medo de saltar da segurança para o largo horizonte. Como é difícil ser Moises. Não basta ficar de frente pro mar, é preciso crer que ele vai abrir. Quem pode salvar-me da clausura ?